Metal Cym realizou a instalação de uma moderna cabine de jateamento para Petrobras RLAM

     

Campinas Brasil (2004) – A RLAM acaba de implantar o que há de mais moderno em tecnologia de jateamento com abrasivos substâncias usadas para remover impurezas e preparar superfícies para a pintura. que utiliza abrasivos recicláveis, preservação do meio ambiente e garantindo “Com essa iniciativa, nos antecipando às exigências da legislação ambiental da Bahia em relação à atividade de jateamento abrasivo

É também o cumprimento de um compromisso da RLAM, através do seu Sistema de Gestão Integrada”, afirma o técnico de manutenção Nivaldo dos Santos Lopes (Ml/SC). A idéia da cabine surgiu durante uma visita a uma empresa em São Paulo, onde Nivaldo conheceu o equipamento. De volta à RLAM, informou a novidade à Gerência de Saúde, Meio Ambiente e Segurança, que decidiu investir no projeto..

A principal vantagem da nova tecnologia é a utilização de material abrasivo reciclável (no caso, a granalha de aço), em lugar da areia. “Dessa forma, eliminamos o risco de exposição do trabalhador à sílica, o ”pó” da areia, evitando doenças ocupacionais”, explica o técnico de segurança, Antônio Mariano, da Coordenação de Higiene e Meio Ambiente (SMS)..

A eliminação do uso de areia também tem uma importância ambiental, já que o recurso natural pode ser submetido a contaminações durante o processo. No equipamento atual, um sistema de roscas permite que o material abrasivo seja continuamente reaproveitado, o que resulta, também, em redução do custo..

Com 15 metros de comprimento, seis de largura e cinco de altura, a nova cabine é também mais ampla, permitindo que até quatro jatistas trabalhem ao mesmo tempo, o que é suficiente para que toda a demanda da refinaria por este serviço possa ser suprida. Um sistema automatizado garante mais segurança ao jatista, que pode controlar a operação do equipamento de dentro da cabine. Para completar, o ar dentro do equipamento é mantido continuamente refrigerado. Tudo para oferecer mais conforto ao trabalhador, que durante a atividade precisa ficar protegido por capacete e roupas especiais.

Para a operação da cabine, os trabalhadores da empresa Ypiranga, contratada para executar os serviços de pintura na Refinaria, e o grupo de fiscalização das atividades de pintura RLAM, da Gerência Setorial de Equipamentos Estatísticos (Ml/EE), receberam treinamento específico, ministrado pela empresa Metacym/Metalblast, fabricante do equipamento.